Notícias

Acne em adultos

2013 Voltar


ACNE EM ADULTOS
 
A acne é uma doença inflamatória crônica que acomete a unidade pilossebácea. Ocorre devido a hiperqueratinização folicular, hipersecreção sebácea, proliferação bacteriana (Propiniobacterium acnes) e inflamação.
         Apesar de ser mais comum na adolescência, em 12% dos casos pode persistir ou surgir na idade adulta, em pessoas com predisposição genética que tiveram acne severa na adolescência, em mulheres com problemas hormonais (acne da mulher adulta), como conseqüência de obstrução mecânica do folículo por maquiagens, óleos, substâncias químicas halogenadas, decorrente do uso de medicamentos sistêmicos (cortisona, vitamina B12) e até da exposição excessiva ao sol.
         A acne da mulher adulta ocorre após os 25 anos de idade e se caracteriza pelo aparecimento de espinhas dolorosas e inflamadas, principalmente na região de queixo e pescoço, que pioram na fase pré-menstrual. Pode haver associação com “stress”, cosmético e principalmente com alterações hormonais de supra-renal e ovários que levam a um aumento dos hormônios masculinos. Estes irão agir estimulando a glândula sebácea com conseqüente obstrução, rompimento e inflamação dos folículos.
         A acne da mulher adulta, em geral, não responde bem aos tratamentos convencionais. O ideal é procurar um especialista para diagnosticar o motivo e orientar a forma mais adequada de tratamento.
         Outro quadro chamado de “acne do adulto” é a rosácea, que na verdade não é acne, mas sim uma doença inflamatória que produz além das “espinhas”, vermelhidão e pequenas veias proeminentes na face que respondem bem ao tratamento a laser. O dermatologista saberá diferenciar.
 
 
Algumas dicas para o paciente com acne:
 
- Limpe o rosto pela manhã e a noite com sabonete ou limpador adequado para o seu tipo de pele;
- Não use sabonetes abrasivos se estiver cheia de espinhas inflamadas e com pus;
– Não desengordure em excesso – a glândula sebácea vai entender que a pele está ressecada e vai produzir mais oleosidade;
– Não manipule as lesões – espremer e cutucar as espinhas pode levar ao aparecimento de cicatrizes;
- Não use cremes gordurosos, prefira os “oil free”, géis e gel cremes;
- Procure a orientação de um dermatologista nos primeiros sinais de acne - o tratamento precoce irá evitar o aparecimento de cicatrizes e seqüelas.
 
Drª. Solange Pistori Teixeira  - Clinderm – São Paulo
Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia
Membro da American Academy of Dermatology
Médica Colaboradora do Depto de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina - UNIFESP – EPM.


Rua Joaquim Floriano, 100 - 4º andar - Conj. 41 - Itaim Bibi - São Paulo - Tel.: 11 3078.9933
© 2014 - Clínica Dermatológica Dra. Solange Teixeira. Todos os direitos reservados.